Extensão - COPPEXI - FESAR

Extensão

As atividades de extensão ultrapassam o ambiente acadêmico, pois são promovidas pela instituição de ensino destinadas à interação com a comunidade na qual está inserida. Os projetos de extensão devem ser desenvolvidos visando a troca de conhecimentos e a constituição de uma ponte com a sociedade.

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE EXTENSÃO

1. O que é a extensão?

Atividades propostas na instituição de ensino que têm o objetivo de levar os conceitos e aprendizados desenvolvidos no ambiente acadêmico à comunidade, reconhecendo suas necessidades e seus saberes, e socializando o conhecimento.

2. Porque participar da extensão universitária

Além de ter a oportunidade de se tornar um profissional mais preparado para atender às demandas da sociedade, o aluno que tem atividade de extensão em seu currículo terá vantagem ao pleitear uma vaga de estágio ou emprego.

3. Quem pode participar?

Todos os alunos regularmente matriculados nos cursos da FESAR, do segundo ao penúltimo período.

4. Como fazer para participar da extensão?

No início de cada semestre, o edital de extensão é lançado, contendo as orientações para participar do processo seletivo. O projeto deve ser inscrito por um docente da FESAR, e os acadêmicos podem ser indicados por esse professor, que será o supervisor responsável pelo projeto. O regulamento do Programa de Extensão está disponível no site da FESAR (em “Regimentos e Manuais”).

5. A participação em projeto de extensão vale como atividade complementar?

Sim. A participação em projeto de extensão vale como horas de atividade complementar no histórico escolar.

6. Como concorrer a bolsa de extensão?

No edital de extensão, são disponibilizadas bolsas aos acadêmicos na forma de desconto na mensalidade, durante o período correspondente à execução do projeto. Para cada curso, uma bolsa é disponibilizada, sendo destinada ao projeto de pesquisa que obtiver melhor classificação na seleção. A bolsa de extensão não é cumulativa com outros benefícios ou descontos, como ProUni ou FIES.

7. A participação pode ser voluntária?

Caso o acadêmico já tenha algum benefício ou desconto na mensalidade, pode participar como voluntário, pois são ofertadas vagas sem bolsa nos editais. Existem outras vantagens, além da bolsa, que justificam a participação na extensão.

8. Quais são os deveres do acadêmico envolvido no projeto de extensão?

Disponibilizar no mínimo 5 horas (no caso de voluntário) a 10 horas semanais (no caso de bolsista) e cumprir as atividades propostas, com comprometimento e responsabilidade, conforme orientação do professor supervisor do projeto.

9. Ao final do projeto, haverá certificado?

Caso os requisitos sejam cumpridos conforme Regulamento do Programa de Extensão, o acadêmico receberá certificado, o qual terá muito valor no seu currículo. Além disso, parte das horas será validada pelo coordenador de curso como atividade complementar no histórico escolar.

10. Como deve ser o projeto de extensão?

O projeto deve explicar sobre o tema (introdução), sua importância (justificativa), seu objetivo, a forma como será executado (métodos), assim como deve conter cronograma (etapas e datas previstas), orçamento (recursos e custos), referências bibliográficas, instituições parceiras (com suas atribuições). Deve-se lembrar que todo projeto de extensão deve conter ações que visem a interação entre comunidade acadêmica e sociedade.